Primeira página Ajuda
Volta Avança
Riscos no Trânsito Código de Trânsito Brasileiro Transporte e Qualidade de Vida Ética e Cidadania Converse com seus colegas - Desativado Temporáriamente
 
    
Dinâmicas de grupo

As dinâmicas de grupo são muito importantes para que se consiga a sensibilização dos alunos. Uma dinâmica de grupo bem conduzida contribui na formação integral do aluno, atuando nas três dimensões do ser (físico, cognitivo e afetivo). A sensibilização é uma oportunidade de “tocar os corações” dos alunos, pois segundo Migliori (1998) “conhecimento se constrói, potencial se desenvolve e valor se vive”.

Com esta atividade, é possível dar oportunidade aos alunos experimentarem valores relacionados à vida em sociedade e fundamentais para uma convivência harmoniosa no trânsito. Estes valores são: respeito aos direitos dos outros (para que os nossos também sejam respeitados), solidariedade, cooperação, empatia.

A empatia, a capacidade de se colocar no lugar do outro, é um valor-chave para a proposta pedagógica do programa “Trânsito com Vida”, que inclui também entre seus objetivos a formação em valores humanos. A necessidade de trabalhar este valor relacionado ao trânsito foi evidenciada a partir da análise dos resultados de entrevistas com 400 alunos do Ensino Fundamental, que nunca tiveram aulas de educação para o trânsito. Esta amostra representa toda a população escolar carioca de alunos da 4ª à 8ª série (10 anos a 15 anos).

Os alunos reconheceram no motorista o papel de opressor e principal responsável pelas situações de risco no trânsito relatadas em suas redações. Se o aluno já possui esta percepção, por que quando adulto, no papel de motorista, torna-se também opressor? Como citado por Paulo Freire (2002): é a sociedade que gera o indivíduo e perpetua o processo em que o oprimido internaliza o opressor; mas também é ela que realimenta o cidadão e cria a cidadania. Assim, a sensibilização permitirá que o aluno compartilhe com seus pares o sofrimento que o motorista lhe impõe. Assim poderá ser interrompida a lógica da internalização do opressor, para que o aluno, se futuro motorista, não reproduza o comportamento opressor no trânsito e passe a respeitar as regras por compreendê-las como condição fundamental para a vida em sociedade.

Você pode buscar sugestões de dinâmicas em sites ( www.apoema.com.br/dinamicas.htm) ou em livros (ANTUNES, C., Manual de Técnicas - de dinâmicas de grupo, de sensibilização e de ludopedagogia. 13ª edição, Petrópolis, Vozes 1998). A seguir, são sugeridas quatro dinâmicas:

Travessia

Eu gosto de você

Pessoa pra pessoa


EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO
  COPPE TRANSPORTES